Dez 13

Xmas Tree

Consegui, finalmente, acabar a minha árvore. Deixei as bolas, os Pais Natal, as bengalas, as estrelas e os brilhantes. Imprimi o nosso ano. O que nos fez rir e chorar, o que queremos repetir e o que não queremos voltar a pensar, o que passou e não se volta a repetir, o que foi especial. Não estou à espera que os meus propósitos amadureçam e caiam tipo maçãs em final de época. Só quero que este meu Natal seja assim, cheio de nós na árvore. E se, por acaso, alguma das fitas que os prendem se romper, porque estava mal apertada ou era muito frágil, sei que tenho o Menino Jesus, acabadinho de nascer, mesmo ali por baixo, para voltar a pendurá-la. 🙂

About the Author:


Leave a Comment!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *